Pesquisa aponta que 92% dos Amazonenses afirmam saber pouco ou nada sobre reciclagem

O estudo mostra que o amazonense sabe da importância da coleta seletiva, mas não reflete a prática no dia-a-dia.


Por Asafe Augusto – para o RedaçãoAM*

Uma pesquisa realizada pela empresa Contemar Ambiental revelou o pouco interesse e conhecimento da população Amazonense em relação aos procedimentos de coleta de lixo. Conforme os dados, o desinteresse pela sustentabilidade é alarmante.

O estudo mostra que o brasileiro sabe da importância da reciclagem para o meio ambiente e acredita que seja uma prática correta, mas isso não se reflete no dia-a-dia.

Apesar de 94% das pessoas concordarem que a forma certa de descartar o lixo é separando materiais que podem ser reciclados e 98% reconhecerem que ela é importante para o futuro do planeta, 75% não separam os materiais recicláveis individualmente nos lixos que geram em casa.

Desses, 39% não separam nem mesmo o lixo orgânico do inorgânico. No Amazonas, esse número é de 48%, de acordo com a pesquisa. Além disso, 56% dos brasileiros não utilizam nenhum serviço de coleta seletiva.

A pesquisa aponta, ainda, que 59% das pessoas afirmam não saber quem efetivamente recicla os materiais e os transforma em novos produtos no Brasil. A cadeia envolvida nesse processo ainda parece ser um mistério para a maior parte da população, visto que 81% dos brasileiros afirmam saber pouco ou nada sobre cooperativas de reciclagem. Entre os respondentes no Amazonas, esses números são 62% e 92%, respectivamente. Além disso, 58% dos brasileiros acreditam que o lixo vá para aterro sanitário ou lixão, apesar de 51% não concordarem que essa seja a destinação adequada, números que, no estado, são de 62% e 43%.

Sobre esse ponto, há outros desafios que precisam ser enfrentados. 49% das pessoas concordam que não é fácil encontrar informações sobre coleta seletiva em suas respectivas cidades. No Amazonas, 37% afirmam não ser fácil encontrar tais informações. Há de se considerar ainda que 44% dos brasileiros afirmam que o serviço não é disponibilizado ou não sabem se isso ocorre no município, mesma média verificada no estado.

*Com informações da assessoria



Categorias:Amazônia

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: