Alckmin chama Doria de traidor e PSDB decide ficar neutro na eleição presidencial

 

O ex-prefeito pediu calma ao ex-governador.

Por Redação AM

A Veja publicou que em uma reunião bastante tensa do PSDB, em Brasília, o ex-governador Geraldo Alckmin chamou o candidato ao governo de São Paulo, João Doria, de “traidor”. A Executiva Nacional do partido decidiu se abster no segundo turno da disputa presidencial entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo a publicação, Doria estava cobrando mais recursos financeiros do partido para as campanhas do segundo turno, quando, de repente, Alckmin o interrompeu para dizer: “Traidor eu não sou”.

Após a reunião, Alckmin anunciou que o PSDB não apoiará nem o PT e nem o candidato Bolsonaro.

Anúncios


Categorias:Eleições - 2018

Tags:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: