Em seu primeiro discurso na Câmara Federal, José Ricardo pede ‘CPI do Queiroz’

O deputado do Amazonas sugeriu investigar a suposta relação dos filhos de Bolsonaro com a milícia.

Por Asafe Augusto

Manaus – Em seu primeiro discurso na Câmara dos Deputados, em Brasília, deputado federal José Ricardo (PT-AM), defendeu a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), ‘CPI do Queiroz’. O discurso do parlamentar foi nesta terça-feira (5).

“Agora, desde que cheguei aqui estou ouvindo falar em CPIs, parlamentares apresentando estranhas propostas de investigação, talvez para mudar o foco das questões principais”, disse.

O deputado completou defendendo a investigação. “Se é para ter CPI, vamos começar com a do Queiroz, para investigar essa relação das milícias com os filhos da presidência da República. Essa deveria ser a prioridade. Por isso, me somo à luta da bancada do Partido dos Trabalhadores, lutando contra a retirada de direito de todos e todas”, disse.

José Ricardo também afirmou que atuará na cobrança e na fiscalização e, de acordo com ele, na luta em defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM) e nos investimentos da BR-319 (Manaus-Rondônia).

Além disso, o parlamentar petista afirmou que será contra o que ele classificou como os retrocessos que, na visão do deputado, vêm tirando os direitos das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros, como a Reforma Trabalhista, proposta de Reforma da Previdência e possível fim da Justiça do Trabalho.

 

Anúncios


Categorias:Política

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: