Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Suframa: Escolhido de Bolsonaro passou por ‘sabatina’ de mais de duas horas e meia

A nomeação de Alfredo Menezes foi publicada nesta sexta-feira.


Por Asafe Augusto


Manaus – O coronel da reserva, Alfredo Menezes, que foi nomeado nesta sexta-feira (15), como superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), disse que precisou passar por uma entrevista de mais de duas horas e meia antes de ser oficializado na autarquia.

Alfredo Menezes, novo titular da Suframa. (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)

A informação foi dada por ele durante entrevista concedida à Rádio Diário nesta manhã.

De acordo com o novo superintendente, apesar de ter trabalhado com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que o indicou, e com o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), precisou passar pelo crivo do ministro da economia Paulo Guedes e do secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), Carlos Alexandre da Costa.

O coronel trabalhou com o presidente e o vice na Brigada de Operações do Exército nos anos de 1987 e 1988, mas conforme Alfredo, a espécie de ‘sabatina’ fez com que a escolha do seu nome para a Suframa seja “totalmente técnica”.

Equipe

O superintendente afirmou que vai buscar compor a sua equipe com técnicos e não com indicações políticas dos deputados federais e senadores que representam o Amazonas em Brasília.



Categorias:Política

Tags:, , , ,

1 resposta

  1. Estamos contentes com a sua indicação, Coronel, principalmente por se tratar de critério técnico. O Amazonas precisa de servidores com sua capacitação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: