CMM nega requerimento da oposição que pede explicações de Arthur sobre desistência do BRT

O prefeito de Manaus deu a informação durante entrevista ao programa ‘Roda Viva’.


Por Thiago Botelho, da assessoria.


Manaus – O vereador Chico Preto (PMN) protocolou, na Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus nesta segunda-feira (18), um pedido de convocação ao prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), para que ele explique os motivos que o levaram a desistir da implementação do Bus Rapid Transit (BRT). No entanto, em votação no plenário, os parlamentares recusaram o pedido.

Na sessão desta segunda-feira na CMM o vereador Chico Preto chegou a se referir ao prefeito como ‘fuleiro’. (Foto: Alcides Netto)

O vereador destacou que de acordo com o Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob), aprovado em 2015 pela CMM (Lei 2.075), ficou estabelecido que o modal de transporte para a cidade de Manaus é o BRT. Na avaliação de Chico Preto, o chefe executivo municipal enganou a população manauense ao prometer durante a última campanha que tiraria o plano do papel.

“O substantivo feminino fuleiragem denota a atitude do adjetivo masculino fuleiro. Ser fuleiro é alguém que tem um comportamento de pouca confiança. Dizer após três anos da aprovação do PlanMob, após um processo eleitoral onde as pessoas entregaram seu voto crentes de que receberiam de volta trabalho, atitude, decisões é um comportamento fuleiro, de pouca credibilidade, de pouca confiança, próprio daquele que tem no seu íntimo a noção de que o poder se justifica pelo poder, e não poder enquanto instrumento de transformação de um povo”, afirmou.

O parlamentar afirmou, ainda, que o BRT não virou uma realidade por falta de foco do prefeito Arthur, que em seis anos teve R$ 25 bilhões recursos e R$ 1,7 bilhão em financiamento.

“O problema é prioridade. Não há foco no gasto do dinheiro da prefeitura. Gastar R$ 100 milhões com propaganda no ano e com R$ 66 milhões deixar de implementar 200 quilômetros com ciclovia, por exemplo, é um atestado de falta de foco, de compromisso. Para mim é irresponsabilidade, porque teve tempo, teve dinheiro e teve as condições e isso não pode cair no esquecimento”, finalizou.



Categorias:Política

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: