Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura vai gastar R$ 51 milhões para asfaltar 90 quilômetros de rua

Pacote de obras vai alcançar 168 vias.


Por Asafe Augusto

Manaus – O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) lançou, ontem, o pacote de obras ‘Requalifica’, com a intenção de asfaltar 168 vias de Manaus. De acordo com ele, o asfaltamento vai custar aos cofres públicos R$ 50.915.294,75 milhões, e as obras devem alcançar pelo menos 90 quilômetros de rua, o que dá R$ 565.725,49 mil gastos por cada quilômetro asfaltado, ou R$ 303.067,23 mil por cada via.

O programa, lançado na sede da Prefeitura, na Compensa, vai contemplar quatro lotes e tem início nesta segunda-feira (13).

O lote 1, no valor de R$ 11.753.000, corresponde ao recapeamento das vias da zona Oeste e Centro-Oeste da capital. A empresa Iza Construções e Comércio Ltda. foi a vencedora da licitação e irá executar os serviços em 50 vias dos bairros Vila da Prata, Santo Antônio, Alvorada, Lírio do Vale e Nova Esperança e outros.

A Construtora Soma Ltda. será a responsável pelo lote 2, que irá contemplar 54 vias da zona Norte, com orçamento de R$ 13.562.294,75. Entre os bairros incluídos na programação estão Cidade de Deus, Santa Etelvina, Monte das Oliveiras e Cidade Nova.

No lote 3 estarão contemplados os bairros da zona Leste. Com investimento de R$ 13.465.000, a empresa Tercom Terraplanagem Ltda. irá executar recapeamento em 38 vias do Novo Aleixo, Coroado, conjunto Tiradentes, Tancredo Neves, Grande Vitória e outros.

Já nas zonas Sul e Centro-Sul, que correspondem ao lote 4, serão 26 vias alcançadas no cronograma de serviços nos bairros da União, Parque 10 de Novembro, conjunto Eldorado, Educandos e mais quatro localidades. Os recursos para essa área são de R$ 12.135.000 e a empresa Ardo Construtora foi a ganhadora do processo licitatório.

Durante a assinatura dos contratos com as quatro primeiras empresas a executar os projetos de recapeamento, o prefeito disse que o equilíbrio fiscal do município permitiu que, com muito planejamento, se pudesse colocar em prática o ousado programa de obras que iniciou com a construção do Complexo Viário Roberto Campos, na Constantino Nery.

 



Categorias:Cidades

Tags:, ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: