Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

CPI da Unimed recebe assinaturas e pode ser instalada na CMM

A CPI está na Procuradoria da Câmara aguardando o parecer.


Por Asafe Augusto*

Manaus – Pelo menos 23 vereadores assinaram, ontem (15) o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar os serviços prestados, dívidas trabalhistas, dívidas dos cooperados e dívidas tributárias da cooperativa Unimed Manaus.

A proposta é do vereador Professor Fransuá (PV) e só precisava de 14 assinaturas, entre os 41 vereadores, para ser encaminhada, na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

(Foto: Robervaldo Rocha/CMM)

A CPI agora está na Procuradoria da Casa aguardando um parecer sobre a legalidade do pedido de instalação e se há um objeto concreto para se investigar.

“Se trata de uma empresa privada, mas que está lesando o Estado com o não pagamento de impostos, os funcionários com o não pagamento de direitos trabalhistas e os médicos que poderão ser obrigados a pagar essa dívida irresponsável”, disse o parlamentar.

De acordo com o vereador, a Unimed Manaus, somente em dívidas correspondentes a tributos federais, estaduais e municipais, deve mais de R$ 350 milhões de reais. Segundo ele, uma dívida nesse valor representa um “enorme risco de calote ao erário público, o que justifica a instalação de uma CPI, que também servirá para averiguar a situação da demissão dos colaboradores, a situação dos cooperados e como está sendo realizado o atendimento aos clientes da Unimed Manaus”.

Fransuá afirmou que uma comissão de ex-funcionários formalizou uma denúncia primária ao Ministério Público do Trabalho (MPT), relatando que a Unimed Manaus demitiu 280 colaboradores em dezembro de 2108, 150 em janeiro de 2019, totalizando 630 funcionários desligados.

*Com informações da assessoria.



Categorias:Política

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: