Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Deputados aprovam projeto de Wilson e salário dos servidores ficam congelados até 2021

Todas as categorias terão os reajustes suspensos a partir de setembro deste ano.


Da redação


Manaus – Por 14 votos a favor e sete contrários, a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE) aprovou, na tarde de hoje (12), o projeto de Lei do governador, Wilson Lima (PSC), que estabelece teto de gastos no Estado e que, na prática, suspende reajustes salariais de servidores do Estado até 2021, incluindo os que já haviam sido autorizados.

“Ficam suspensos, a partir de setembro de 2019, até o final do segundo quadrimestre de 2021, os reajustes ou aumentos remuneratórios de caráter continuados, assim entendidos como aumentos ou adequação de remuneração, as revisões gerais, datas-bases, promoções e progressões funcionais, a qualquer título, de todos os servidores públicos, civis e militares, ativos e inativos, do Poder Executivo Estadual, inclusive os já autorizados em leis próprias e pendentes de implementação”, diz o texto da Lei.

O PLC faz parte do ‘pacote de mensagens’ enviadas, na quarta-feira (10), por Wilson Lima para a ALEAM, e esse projeto estabelece que o limite dos gastos do governo fica condicionado à inflação e o crescimento da receita corrente líquida.

O congelamento dos salários vai começar a valer de setembro deste ano até agosto de 2021 para todas as categorias.

Veja como votaram os deputados:

Votaram contra o projeto do governador e a favor dos servidores: Wilker Barreto (PHS), Dermilson Chagas (PP), Augusto Ferraz, Cabo Maciel (PR), Delegado Péricles (PSL) Josué Neto (PSD) e Serafim Corrêa (PSB).

Votaram a favor do projeto do governador e contra os servidores: Adjuto Afonso (PDT), Alessandra Campêlo (MDB), Álvaro Campelo (Progressista), Augusto Ferraz (DEM), Belarmino Lins, (PP), Carlinhos Bessa (PV), Dr. Gomes (PSC), Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP), Felipe Souza (Patriota), Joana Darc Protetora (PR), João Luiz (PRB), Josué Neto (PSD), Ricardo Nicolau (PSD), Roberto Cidade (PV), Saullo Vianna (PPS), Sinésio Campos, (PT), Therezinha Ruiz (PSDB).

Estavam ausentes os deputados Abdala Fraxe (Podemos), Fausto Junior (PV) e Sinésio Campos (PT).



Categorias:Política

Tags:, ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: