Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Manauaras usam 3 milhões de litros de água a mais no mês de junho

Entre as medidas para economizar água estão verificar vazamentos em canos e não deixar torneiras pingando.


Da redação


Manaus – No período entre os meses de junho e agosto, os moradores de Manaus encaram as temperaturas mais quentes do ano. A temporada já ficou até conhecida popularmente como “verão amazônico”. O calor intenso faz a população beber mais água e demorar um tempo maior no banho. Há até quem “aproveite” o sol para lavar roupas e limpar a casa diversas vezes durante a semana. Todas essas atividades rotineiras ampliam a produção de água tratada na capital.

De acordo com o Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária Águas de Manaus em junho deste ano foram distribuídos mais de 19 milhões de litros de água. Já no mês de julho, foram produzidos e distribuídos 22,2 milhões de litros de água para os manauaras, um aumento de 3 milhões de litros de água. É como se seis mil caixas de água de 500 litros tenham sido utilizadas a mais de um mês para o outro.

Para o mês de agosto, considerado um dos mais quentes do ano na capital amazonense, o consumo de água deve ser ainda maior. Segundo dados do CCO da Águas de Manaus, a produção de água para a capital deve chegar a aproximadamente 22,5 milhões de litros. Um aumento de 3,5 milhões de litros em relação ao mês de junho.

Para evitar que a população consuma mais água do que o necessário e sinta este impacto no bolso, algumas pequenas atitudes quanto ao uso consciente da água podem ajudar a economizar. Dicas simples como fechar a torneira ao escovar os dentes, usar baldes para lavar pátios e calçadas, além de evitar banhos demorados fazem uma diferença na fatura de água do final do mês.

A concessionária Águas de Manaus tem orientado a população a fazer uso da água de forma consciente, seja através de palestras, campanhas e em todos os seus pontos de atendimento. Além disso, a empresa incentiva os clientes a registrar vazamentos nas ruas, que podem prejudicar o abastecimento.

Economia

Entre as medidas para economizar água estão verificar vazamentos em canos e não deixar torneiras pingando; fechar a torneira ao escovar os dentes ou fazer a barba; usar baldes para lavar pátios, carros e quintais; evitar banhos demorados e fechar o chuveiro ao se ensaboar.

A Coordenadora de Responsabilidade Social da Águas de Manaus, Geaneide Vilhena, ressalta também a importância de informar a concessionária sobre as ocorrências, sejam vazamentos internos ou nas ruas. “É importante identificar um vazamento como perda de água. Se uma casa tem um vazamento, o hidrômetro vai calcular o que está sendo utilizado sem distinguir o consumo real da perda”, afirmou.

Desperdício

A concessionária também vem atuando na gestão de desperdício de água tratada. Diariamente, 630 milhões de litros são captados do Rio Negro e tratado sob um rígido padrão de qualidade. Do total captado, 40% acaba se perdendo por conta de ligações irregulares e mau uso. Os investimentos para resolver o problema incluem uma série de ações para educar a população quanto ao consumo consciente, além de tecnologia e combate às fraudes.

Uma destas ações foi criar novos canais de relacionamento com a população e incentivá-la a registrar toda ocorrência de perda de água tratada nestes canais. Além do call center (0800 092 0195), a Águas de Manaus promoveu melhorias em sua agência virtual, criou um aplicativo para smartphones, o “Águas APP” e lançou o serviço de atendimento via whatsapp, através do número 98264-0464. Todos estes canais estão 24h à disposição da população de Manaus.

Outro programa implantado pela concessionária é o “Afluentes”, onde lideranças comunitárias de todas as zonas da cidade podem enviar solicitações para as equipes da concessionária através de um canal direto, via Whatsapp. Com as solicitações chegando mais rápido ao conhecimento da empresa, as demandas podem ser resolvidas com maior agilidade.

Em 2019, já foram realizados um total de 53.113 serviços, entre eles conserto de vazamentos, de acordo com levantamento da Gerência de Serviços. Mais de 115 mil serviços também já foram realizados pelas equipes do programa Vem Com A Gente desde o início do projeto, incluindo conserto de vazamentos e regularização de ligações.



Categorias:Amazônia

Tags:,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: