Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Polícia Civil pede ajuda para localizar Alejandro que está foragido

O enteado do prefeito de Manaus, Arthur Neto, é investigado pela participação no homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues.


Da redação


Manaus – A Polícia Civil do Amazonas informou que o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), solicita a colaboração de populares na divulgação da imagem de Alejandro Molina Valeiko. Ele está sendo investigado pela participação no homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, que tinha 42 anos. A vítima foi encontrada morta na tarde da última segunda-feira (30), em um terreno no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, horas depois de estar em um condomínio no bairro Ponta Negra, na casa de Alejandro.

A Polícia Civil do Amazonas já prendeu cinco suspeitos de envolvimento no homicídio do engenheiro. Estão presos na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) José Edvandro Martins de Souza Junior, 31, Elielton Magno de Menezes Gomes Junior, 22, e o chefe de cozinha Vitorio Del Gatto, que morava na residência. Os três estavam na casa junto com Alejandro e Flávio na noite do último domingo (29/09).

O policial militar Elizeu da Paz de Souza, 37, que está lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus e, conforme investigações, seria segurança de Alejandro, foi preso. Alejandro é filho da primeira-dama do município de Manaus. Outro preso foi Mayc Vinicius Teixeira Parede, 37. Conforme as investigações, Elizeu e Mayc estiveram juntos no condomínio na noite em que ocorreu o homicídio de Flávio.

Investigações

O engenheiro Flávio dos Santos morreu vítima de seis facadas, conforme necropsia realizada pelo Instituto Médico Legal (IML). Relatos de testemunhas, imagens das câmeras de segurança e a falta de indícios físicos na portaria do condomínio fechado colocam em cheque a tese de que a residência de Alejandro tenha sido invadida por homens encapuzados, conforme a informação prestada em Boletim de Ocorrência por uma das pessoas que estava na residência na noite em que Flávio foi morto.

Disque-Denúncia

Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Alejandro, entrar em contato com a equipe da DEHS pelo número (92) 99179-7645, o disque-denúncia da delegacia, ou por meio do número 181, canal de delações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).



Categorias:Polícia

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: