Manaus tem apenas 19% em cobertura de tratamento de esgoto

A realidade de esgoto a céu aberto pode durar até 2030 na capital.


Da redação* | redacaoam.com


Manaus – Com grandes esgotos a céu aberto, a capital do Amazonas tem cobertura de apenas 19% em tratamento de esgotamento sanitário. Esse diagnóstico foi apresentado pelo diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município (Ageman), Fábio Alho, no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, em Portugal, durante o Seminário “Experiências de Regulação de Saneamento no Brasil”, realizado nessa segunda-feira (21).

(Foto: Gideão Paixão/reprodução)

Enquanto o tratamento de esgoto está em 19% em Manaus, o abastecimento de água cobre 98% da capital. Mas de acordo com o diretor-presidente, a meta da Prefeitura é chegar em 80% na cobertura de tratamento de esgoto, porém, só em 2030.

Na apresentação Fábio Alho informou, ainda, que o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Manaus e suas estruturações e características reúne atualmente 107, 2 mil economias entre unidades ativas, cortadas e disponíveis. O Sistema está composto por 570,3 mil metros de rede coletora, duas estações de pré-tratamento de esgoto, 87 estações de tratamento de esgoto – ETE’s, 57 estações elevatórias de esgoto EEE’s, poços de visita, coletores, troncos e emissários, todos inseridos nas cinco Bacias de Esgotamento Sanitário (Educandos, São Raimundo, Gigante, Tarumã e Colônia).

Fábio Alho destacou aos professores e estudantes de doutoramento que entre os pontos identificados pelo diagnóstico elaborado pela Diretoria Técnica de Obras, Concessões e Saneamento da Ageman, estão as características de cada sistema de esgoto como o tipo de funcionamento e de tratamento, além das não conformidades como a ausência de urbanização das áreas, falta de identificação dos bens e o não funcionamento de alguns equipamentos que compõem o Sistema de Esgotamento Sanitário.

Ao final da apresentação, o diretor-presidente explicou que o diagnóstico resultou na emissão de 11 notificações à concessionária Águas de Manaus em que a Ageman requer providências por parte da empresa, nos termos do Contrato de Concessão.

*Com informações da assessoria.



Categorias:Cidades

Tags:, , ,

2 respostas

  1. O prefeito Arthur Neto em 8 anos na prefeitura de Manaus é o responsável por não ter realizado a diminuição do esgoto a céu aberto. É uma vergonha!

  2. Manaus nos seus 350 anos em 25/10/2019 é um esgoto a céu aberto. É uma vergonha! Da década de 1960 ao ano de 2019, todos os prefeitos que exerceram o cargo de Prefeito de Manaus são os responsáveis…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: