Samuel Rosa anuncia o fim do Skank: “parada sem previsão de volta”

Última turnê da banda será em 2020.


O Skank vai acabar, com “uma parada sem previsão de volta”. Pelo menos por um tempo, mas antes vai percorrer o país com turnê de despedida. Essa foi a informação que Samuel Rosa, o vocalista, deu à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, divulgada neste domingo (3). “Nesse momento, para mim, a melhor forma de me surpreender e de surpreender as pessoas é fora do Skank”, explica Samuel. “Quero me testar em outro ambiente musical, com outros parceiros. Cara, são 30 anos tocando com as mesmas pessoas! Já fiz de tudo lá. Está na hora de brincar um pouco, sabe?”

Depois de 30 anos com a mesma formação que conhecemos desde sempre, acabou sendo natural o fim – ainda que temporário ou não – do Skank. Mas antes disso, o vocalista anunciou que vai seguir em turnê com o grupo em 2020, rodando o país com shows de despedida da turnê “30 Anos”. Depois, Samuel vai focar em outros projetos e os músicos também.

“Ainda tenho pretensão de voltar a tocar com o Skank. Vislumbro isso lá na frente. Só que de uma outra forma, em outra circunstância, em algum projeto pontual”, disse ainda o vocalista à Folha de São Paulo que também disse ter partido dele a decisão de desmanchar o grupo.

Samuel contou que já quis parar o Skank várias vezes, mas nunca deu certo pela ‘enganação’ dos bastidores como um todo, que fazem os artistas pensarem que tudo vai ficar bem. “Sempre que eu começava a achar que tinha caído no esgotamento de vez, vinha um Planeta Atlântida [festival de música do Rio Grande do Sul] te chamando para o casting. Surgia um show com sold out em Belo Horizonte. Parece que se eu não falar ‘chega!’, o Skank não vai acabar nunca”, explicou ele, dizendo que o grupo nunca ficou no ostracismo.



Categorias:Entretenimento

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: