Primeiro dia para transferências de alunos foi marcado por lentidão em sistema, no AM

A Prodam aponta que 20 mil pessoas estavam conectadas ao site à meia noite de terça-feira, oque causou a lentidão no sistema de matrículas.


Por Asafe Augusto


Manaus – No primeiro dia em que o sistema de matrículas da Secretaria de Educação abriu, os milhares de pais que tentaram transferir os filhos de escola enfrentaram problemas, e alguns não conseguiram finalizar o processo de transferência gerando inúmeras reclamações nas redes sociais, durante esta terça-feira (13).

O coordenador do Sindicato de Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom Sindical), Lambert Melo, informou que pais de alunos estavam tentando realizar o processo online de transferência desde a meia noite desta terça-feira. “Eles denunciam que o sistema utilizado pela Central de Matrículas não estava funcionando”, disse.

Os pais e mães de alunos relatam a preocupação em não conseguir transferir os filhos de escola, já que o prazo que iniciou nesta terça-feira, termina na quinta-feira e o prazo para novas matrículas inicia na sexta-feira, dia 17, e vai até a próxima segunda-feira, dia 20, segundo informou a Sccretaria de Educação do Amazonas (Seduc), em nota.

A Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam) divulgou uma nota informando que o site de matrículas da Seduc recebeu muitos acessos e ficou lento. Segundo o diretor-presidente da Prodam, João Guilherme de Moraes, no momento em que o sistema foi liberado, mais de 20 mil pessoas estavam conectadas no site de matrículas o que, segundo ele, gerou a lentidão em alguns momentos.

Após realizar a reserva da vaga pelo Portal de Matrículas, os responsáveis têm até três dias úteis para entregar os documentos dos alunos na escola onde reservou a vaga e, assim, concretizar a matrícula. Após realizar a reserva da vaga pelo Portal de Matrículas, os responsáveis têm até três dias úteis para entregar os documentos dos alunos na escola onde reservou a vaga e, assim, concretizar a matrícula.

Com tantos problemas para acessar o sistema os pais de alunos dizem estar preocupados em não conseguirem finalizar o processo online para transferir os filhos. “Eu tenho duas filhas e não consigo fazer as matriculas. Quando consigo abrir o sistema vai até a metade e dá erro, ou não abre, não abre nunca. Isso não é problema da minha internet, é um problema no site. E como eu vou ficar, pois as aulas já vão começar e não consigo concluir o processo no site”, afirmou a dona de casa, Valéria Rodrigues.



Categorias:Cidades

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: