“Muita política e pouca técnica legislativa”, diz Josué sobre governistas irem à Justiça

Os deputados Dr Gomes e Alessandra Campelo buscaram a judicialização da CPI e Impeachment.


Por Asafe Augusto


O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) disse que mesmo com a judicialização de seus atos, não vê erro nas decisões tomadas à frente da Mesa Diretora.

Neto afirmou que respeita as decisões judiciais, mas considera que a ação dos deputados governistas de procurar a Justiça “tem muita política e pouca técnica legislativa”.

Josué afirmou que se o Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) der um resultado negativo, na próxima terça-feira, e a suspensão do impeachment for mantida, ele vai seguir a lei.

O vice-líder do governo, deputado Dr Gomes (PSC) ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) pedindo a suspensão do processo de impeachment do governador Wilson Lima (PSC) e do vice-governador Carlos Almeida (PTB). A Adin foi acatada pela Justiça e o recurso vai ser julgado na próxima terça-feira.

A vice-presidente da Assembleia, deputada Alessandra Campelo (MDB), ingressou com um mandado de segurança contra os atos de designação dos membros, de instalação e de nomeação do presidente da “CPI da Pandemia”. A Justiça também acatou e a Assembleia agora está realizando uma nova composição de membros da Comissão.



Categorias:Política

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: