Base do Governo blinda Almeida e derruba requerimento de convocação

O vice-governador teria que dar explicações sobre os “personagens perigosos” que rondam o Governo.


Da redação


A base do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) blindou o vice-governador, Carlos Almeida (PTB), e derrubou o requerimento de convocação ingressado contra ele para que explicasse o que significam “personagens perigosos” e “águas tormentosas” dentro do Governo, como ele mesmo disse na carta de exoneração do cargo de secretário da Casa Civil, no mês passado.

Na carta, Almeida citou que “personagens tão ou mais perigosos se encontram em todos os lugares, às vezes, até mesmo dentro nosso próprio barco”, ele escreveu isso quando se referiu ao governo comandado por Wilson Lima.

Votaram contra o requerimento os deputados Álvaro Campelo (PP), Alessandra Campelo (MDB), Augusto Ferraz (DEM), Cabo Maciel (PL), Carlos Bessa (PV), Belarmino Lins (PP), Abdala Fraxe (Podemos), Adjuto Afonso (PDT), Felipe Souza (Patriotas), Dr. Gomes (PSC), João Luiz (Republicanos), Joana Darc (PL), Mayara Pinheiro (PP), Roberto Cidade (PV) e Terezinha Ruiz (PSDB). Votaram a favor do requerimento Dermilson Chagas (Podemos), Serafim Corrêa, Wilker Barreto (Podemos) e Josué Neto (PRTB). O deputado Delegado Péricles (PSL) se absteve.

Wilker Barreto defendeu a convocação e disse que o vice-governador precisa revelar quem são as pessoas perigosas que estão na atual gestão para o assunto não cair no esquecimento, no entanto, foi voto vencido, pela líder do governo, deputada Joana Darc que orientou a todos os deputados da base aliada que votassem pela derrubada do requerimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.