Depoimento de ex-secretária de Wilson à CPI foi “revelador”

Dayana teve que explicar a compra de respiradores pulmonares em uma loja de vinhos de Manaus.


Por Asafe Augusto


A ex-secretária de saúde especializada da Capital, Dayana Mejia, prestou depoimento na tarde desta segunda-feira (8) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), para os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia, que investiga os atos praticados na saúde do Amazonas de 2011 até 2020.

Dayana foi secretária ainda no governo de Wilson Lima e hoje teve que explicar a compra de respiradores pulmonares em uma loja de vinhos de Manaus, com o preço acima do praticado no mercado.

O depoimento, que durou três horas, foi colhido na Sede da Aleam, mas de forma secreta apenas com a presença dos deputados, da ex-secretária, um técnico de informática e alguns advogados.

As poucas informações que foram externadas da reunião é que o depoimento da ex-secretária foi “revelador” e mostrou dados importantes.

A compra dos respiradores é investigada por suspeita de superfaturamento pelo Ministério Público de Contas (MPC) e denunciada à Procuradoria Geral da República, que pediu autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para investigar o governador.

O Governo do Amazonas tentou justificar algumas vezes a compra desses respiradores por R$ 2,9 milhões, mas acabou apresentando informações desencontradas.

Primeiro, informou que a compra foi feita com base em preços de mercado internacional. Depois, disse que não recebeu proposta menor. Por último, disse que a proposta menor não foi aceita, porque tinha que fazer pagamento à vista.

O próximo a prestar depoimento à CPI sobre o assunto deve ser o ex-secretário de saúde, Rodrigo Tobias que já teve a convocação aprovada na Comissão, mas ainda resta definir a data.



Categorias:Política

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: