Complexo viário inaugurado há um mês é fechado com urgência para reparos


Da redação


A Prefeitura de Manaus informou que, a partir desta terça-feira (4), a passagem subterrânea do complexo viário Ministro Roberto Campos, acesso João Valério/São Jorge, bem como a alça lateral em direção à Constantino Nery, que foram inaugurados há menos de um mês e meio, serão fechadas para realização de reparo emergencial na viga de sustentação da rede de tubulação da Cigás e no limitador de altura da passagem.

A estimativa é de que os serviços sejam concluídos em quatro dias.

De acordo com uma nota divulgada pela prefeitura, na última sexta-feira (31), de forma irresponsável, um caminhão da empresa Bertolini derrubou a barra de ferro que delimita a altura máxima para acesso ao complexo viário. Mesmo identificando que o veículo ultrapassava a altura permitida, o condutor forçou a entrada, quebrando o limitador e seguindo viagem pela alça de acesso à Constantino Nery. A empresa já está sendo acionada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para responder pelo dano ao patrimônio público.

Ainda na noite do incidente, a Seminf colocou uma faixa de limitação temporária no local, para sinalizar os condutores quanto à altura máxima permitida até que a correção em estrutura de ferro pudesse ser executada. Nesta manhã, outro caminhão, ainda não identificado, avançou pela limitação temporária e esbarrou na viga de sustentação da tubulação de gás, ocasionado a necessidade de interdição emergencial do complexo.

Atualização

Após a publicação desta matéria a Prefeitura atualizou o prazo para a entrega da obra para dez dias e não mais quatro dias como foi informado por ela anteriormente.



Categorias:Cidades

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: