Governo de SP multa Marcelo Ramos por não usar máscara em manifestação

Parlamentar afirmou que só tirou a máscara “para falar e pra tomar uma cerveja”.


O Governo de São Paulo multou dez lideranças políticas por não usar máscara na manifestação organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e pelo Vem Pra Rua (VRP) em oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), realizada no último domingo (12), na Avenida Paulista. Entre os autuados estão o vice-líder da Câmara Federal, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), Ciro Gomes (PDT), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP).

O deputado Marcelo Ramos afirmou que usou máscara o tempo todo, e que só tirou para falar ao microfone e para tomar uma cerveja quando acabou o ato. E que quando for notificado, o parlamentar diz que não irá recorrer da multa.

“Se houver qualquer demonstração de descumprimento das regras, eu pagarei a multa. Tenho compromisso com as regras sanitárias”, contou o deputado à coluna Sim & Não do jornal A Crítica.

O uso da máscara é obrigatório em São Paulo. A multa para quem desrespeita a resolução é de R$ 552,71 e as notificações são enviadas pelos Correios. Os autuados podem apresentar recurso contra a multa.

Esta não é a primeira vez que políticos são multados por não usarem máscara no estado. Jair Bolsonaro já foi autuado 7sete vezes pelo mesmo motivo. A última, pela participação em ato no 7 de Setembro.

Fonte: Direto Ao Ponto News

Deixe uma resposta