Após se tornar réu, Lima se defende e afirma que vai aguardar absolvição

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), se pronunciou no Twitter após resultado do julgamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o tornou réu no caso da compra dos respiradores no início da pandemia de covid-19.

Lima afirmou que, na visão dele, a acusação é fraca e sem provas, e que aguarda com tranquilidade sua absolvição.

Por unanimidade, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou nesta segunda-feira (20) denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o governador, o vice-governador Carlos Alberto Almeida, e mais 12 pessoas. Com a decisão, todos passam à condição de réus e vão responder a um processo criminal.

Wilson Lima é acusado pela PGR de chefiar uma suposta organização criminosa, da qual participaram os demais denunciados, responsável por desviar recursos na compra de respiradores durante a pandemia de covid-19. Ele também foi acusado de fraudes em licitação e peculato.

O colegiado seguiu voto proferido pelo relator, ministro Francisco Falcão. Durante a leitura do voto, Falcão afirmou que documentos encontrados no gabinete do governador indicam que ele tinha conhecimento do processo de aquisição fraudulenta de 28 respiradores vendidos ao governo estadual por uma importadora de vinhos, com dispensa de licitação.

Deixe uma resposta