Estudantes de Manaus já plantaram mais de mil mudas de árvores em 2021

No Dia da Árvore, comemorado nesta terça-feira, 21/9, a Prefeitura de Manaus celebra 1.071 mudas nativas da região Norte, plantadas por meio do projeto “Manaus, te quero verde”. A ação, que é coordenada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Instituto Soka, Fundação Rede Amazônica e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), iniciou em junho deste ano e tem como objetivo sensibilizar a comunidade escolar em relação à preservação do meio ambiente.

O projeto é organizado pelas Ocas do Conhecimento Ambiental, da Semed, e busca promover uma mudança nos hábitos ambientais dos estudantes, além de arborizar as áreas urbana e rural de Manaus.

De acordo com o subsecretário de Gestão Educacional, Carlos Guedelha, neste dia de comemoração, a Semed incentiva as crianças desde a educação infantil aos adolescentes do ensino fundamental, sobre a consciência ambiental.

“A terra é a nossa casa e precisamos aprender a cuidar da natureza e do meio ambiente, ainda mais por estarmos na Amazônia. Neste Dia da Árvore, queremos reforçar a importância de cuidarmos do meio ambiente, de preservarmos a natureza, só assim poderemos ter um futuro melhor. Por meio do ‘Manaus, te quero verde’, as crianças aprendem sobre esse cuidado, por isso a Semed está fazendo o correto em aliar educação com sustentabilidade”, destacou Guedelha.

De acordo com a assessora da Ocas, Luciana Oliveira, desde o começo do projeto é possível perceber a mudança na atitude das crianças. “Estimular essa relação das crianças com as árvores é tão importante quanto ensinar quaisquer outras áreas de conhecimento. Desde o início do projeto percebemos que o senso de responsabilidade, carinho e pertencimento está sendo despertado neles, muito mais do que antes de iniciar o projeto”, afirmou Luciana.

A previsão é que em dois anos, sejam plantadas mais de três mil mudas em várias zonas da cidade. Cada aluno da Semed plantará dez mudas das espécies andiroba, mogno, ipê, jambo, acerola, cajueiro, entre outros.

Texto – Érica Marinho/Semed
Foto – Eliton Santos/Semed

Deixe uma resposta