No Amazonas, imunizados poderão concorrer a ingressos para Brasil x Uruguai

O amazonense que estiver com a imunização contra Covid-19 em dia vai poder concorrer a ingressos para assistir, de graça, ao jogo entre Brasil e Uruguai, na Arena da Amazônia, em Manaus. Lançada pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, nesta terça-feira (05/10), a campanha “Vacina Premiada” vai sortear três mil ingressos da partida marcada para o próximo dia 14 de outubro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Fifa Catar 2022.

É o primeiro evento esportivo com público no estado desde o início da pandemia.

“Foi uma decisão que nós tomamos para poder dar chance a todos de participarem e terem a possibilidade de conseguir um ingresso para assistir esse jogo importante, que é o primeiro da seleção brasileira com público desde o início da pandemia. É um jogo também importante porque é uma eliminatória de copa do mundo, é o terceiro jogo mais importante da América do Sul contra o Uruguai. Nós tomamos todas as providências sanitárias com a Fundação de Vigilância em Saúde, com a Secretaria de Saúde e também todas as medidas de segurança, com a nossa Secretária de Segurança”, ressaltou o governador.

Wilson Lima explicou que para concorrer aos ingressos, é preciso morar no Amazonas e estar com o ciclo de imunização contra a Covid-19 regularizado. Poderá participar quem tiver tomado as duas doses ou dose única da vacina e aquelas pessoas que receberam a segunda dose 15 dias antes da realização do jogo, ou seja, a partir do dia 29 de setembro. Nesse último caso, haverá triagem com teste de RT-PCR (72 horas antes do jogo) ou de antígeno (48 horas antes). Os bilhetes são uma contrapartida da CBF para o Estado, sem custo para o Governo do Amazonas.

O protocolo sanitário foi elaborado pela Fundação de Vigilância em Saúde Doutora Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e é o mesmo a ser seguido pelas equipes de trabalho e para quem for comprar ingresso. Evento-teste para atividades esportivas com público no Amazonas, o clássico sul-americano deve reunir 14 mil pessoas na Arena da Amazônia.

De acordo com Wilson Lima, a campanha é um presente ao torcedor amazonense e um estímulo à imunização contra a Covid-19. Para ampliar o número de vacinados, o Governo do Estado vem realizando mutirões da campanha “Vacina Amazonas” na capital e interior, com estrutura e servidores alocados para acelerar a vacinação, muitas vezes atendendo o público em viradões 24 horas. A medida ajudou no avanço dos números da vacinação. Até o dia 3 de outubro, foram 4.073 milhões de doses aplicadas na população amazonense. Desse total, mais de 500 mil foram aplicadas nos mutirões.

Inscrições no site

As inscrições para concorrer aos ingressos começaram nesta terça-feira  (05/10), a partir do lançamento da promoção,  e se estendem até a segunda-feira, dia 11 de outubro. Ocorrerão exclusivamente pela internet, no site www.vacinapremiada.am.gov.br.

O interessado deve preencher um cadastro informando nome, telefone, endereço, número do RG e do CPF. Será sorteado um ingresso por CPF. Somente a pessoa sorteada poderá assistir à partida, não podendo transferir ou revender o ingresso, pois ele estará vinculado ao CPF. Os dados informados na inscrição serão cruzados com as informações do Conecte SUS do Ministério da Saúde para confirmar a aplicação das duas doses ou da dose única.

Sorteios

Entre a sexta-feira (08/10) e terça-feira (12/05), o Governo do Amazonas vai sortear, por dia, 600 ingressos para os inscritos na campanha “Vacina Premiada” em três horários diferentes. Os nomes dos contemplados serão divulgados nas redes sociais do Governo do Estado e no site da Vacina Premiada.

No Instagram, o perfil oficial é o @governo_do_amazonas. No Facebook, os usuários devem acessar o @GovernodoAmazonas, e, no Twitter, o @AmazonasGoverno.

Depois de concluída a fase de sorteio, o Governo do Estado vai divulgar o local, data e hora de retirada dos ingressos. Cabe salientar que, no momento da retirada, o torcedor deverá apresentar além do CPF, um documento com foto, carteira de vacinação e teste de antígeno ou RTPCR negativo nos casos de pessoas que tenham tomado a segunda dose a partir do dia 29 de setembro.

Deixe uma resposta