Ticket alimentação dos servidores será reajustado em 100%, diz David

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) anunciou que vai reajustar o ticket alimentação dos servidores da Prefeitura em 100%.

A informação foi dada por Almeida na manhã desta quarta-feira (2), durante a leitura da Mensagem Governamental, no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Eu vim de baixo e sei como é difícil trabalhar o dia inteiro e não ter o suficiente para se alimentar. Isso se faz, geralmente, em final do mandato, mas meu compromisso é com Manaus”, disse.

De acordo com o prefeito, além do valor da alimentação, o plano de cargos e carreiras de servidores municipais será atualizado. As ações estão previstas para este ano de 2022.

Os reajustes estão sendo estudados pela Secretaria Municipal de Finanças (Semef) e será discutida junto ao vereadores da Câmara Municipal, a partir desta semana.

10 comentários em “Ticket alimentação dos servidores será reajustado em 100%, diz David

  1. Isso é sensibilidade…respeito com os Servidores!
    Obrigada Prefeito , por pensar nos menos favorecidos…e dar a esses , vida digna!

  2. Muito propícia esta sua atitude Prefeito Davi Almeida. Parabéns 👏👏

    1. Parabéns prefeito por esta iniciativa em valorizar o servidor público, principalmente aqueles que são pouco reconhecidos, isso vai nos ajudar! Estamos aguardando por este aumento e pelo PCCS.

      1. Será que a Semed terá esse ajuste?

      2. Na área da educação está dentro deste reajuste do ticket refeição,

  3. O que deveria ser uma regra na postura dos políticos nesse país aparece no exercício do prefeito como uma exceção. Parabéns prefeito pela atitude de respeito e humanidade para com os servidores municipais, valores que são muitas vezes esquecidos pelas pessoas quando ocupam cargos públicos de poder.

  4. Gostaria de saber se o piso salarial dos professores será implantado na capital ou se haverá chororô e desculpas para não pagar.

    1. Em Manaus os professores recebem acima do piso salarial anunciado por Bolsonaro. A semed já paga acima.

Deixe uma resposta