Claro é multada em R$ 3,6 milhões por apagão de internet em Manaus

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) multou a Claro/NET em R$ 3.649.166,67 pelo apagão de internet ocorrido no dia 15 de fevereiro, em Manaus. O órgão também encaminhou à empresa uma notificação referente aos problemas no serviço registrados na quarta-feira (11/05).

A Claro/NET tem dez dias para apresentar recurso em relação à multa, e também para responder à nova notificação. No documento, enviado ainda na quarta-feira, o Procon-AM pede informações sobre o número de consumidores afetados pelo apagão e de que forma será realizado o abatimento do valor correspondente nas faturas que ainda irão vencer.

A multa referente ao apagão do dia 15 de fevereiro foi estipulada porque a empresa não respondeu aos questionamentos enviados em notificação logo após o ocorrido.

“Os planos são comercializados, mas o serviço é entregue? A determinação do governador Wilson Lima é que nós priorizemos as demandas mais sensíveis da população. De forma mais extensiva, um apagão prejudica não apenas os consumidores, mas toda uma gama de serviços públicos e fornecedores privados também são atingidos”, sintetiza Jalil Fraxe, diretor-presidente do Procon-AM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.