Com mais de 1.700 candidatos inscritos, concurso para procurador da PGE acontece em Manaus

A primeira fase do concurso para cargos de procuradores de 3ª Classe da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) aconteceu neste domingo (22/05). As provas objetivas foram aplicadas na Unidade I da Fametro, localizada na avenida Constantino Nery, zona centro-sul de Manaus. Ao todo, 1.759 pessoas fizeram inscrição no certame, que prevê remuneração de R$ 24.589,99 para os candidatos aprovados.

Anunciado pelo governador Wilson Lima, o concurso tem como banca examinadora a Fundação Carlos Chagas. O portão abriu às 7h30, e a prova teve início às 9h, com duração de cinco horas. O edital dispõe de cinco vagas, sendo quatro para ampla concorrência e uma para Pessoa com Deficiência (PcD).

“Neste ano recebemos determinação do governador Wilson Lima para que nós fizéssemos o primeiro concurso para servidores meio da Procuradoria do Estado. Hoje, domingo, realizamos o concurso para procurador e temos cinco vagas no edital, com validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos”, destacou Giordano Bruno, procurador-geral do Estado.

O certame prevê três fases, sendo esta a primeira, com a aplicação da prova objetiva. A segunda vai abranger provas escritas dissertativas e está prevista para acontecer nos dias 16 e 17 de julho. E, por fim, haverá as provas orais, marcadas para ocorrer entre os dias 29 de novembro e 3 de dezembro.

Realização profissional

Desde cedo, candidatos aguardavam a abertura do portão da unidade de realização da prova. Cheio de expectativas, Filipe Abrantes, 33, era um dos candidatos que aguardavam a realização do certame.

“A gente se prepara e espera um bom resultado. Agora é tranquilidade. O que foi feito de estudo foi feito, e é um ótimo cargo e atuar futuramente na Procuradoria do Estado, então é algo muito positivo”, concluiu o candidato.

O último concurso público para preenchimento de vagas de procuradores do Estado do Amazonas ocorreu em 2016, quando foram abertas oito vagas, sendo sete para ampla concorrência e uma para PcD.

Reestruturação

De acordo com o procurador Aldenor Rabelo, presidente da Associação de Procuradores do Estado do Amazonas (Apeam), a abertura de vagas para novos servidores na PGE é importante para a reestruturação do funcionalismo público e, consequentemente, para a melhoria no atendimento à população.

“Foi um pleito que a associação vinha trabalhando há muito tempo. E nós recebemos com muita alegria, na esperança de que vamos conseguir, da forma mais rápida possível, cumprir nosso papel previsto na legislação federal, que é atender as autarquias, fundações e secretarias da esfera estadual”, disse Aldenor Rabelo.

No dia 17 de abril deste ano, o Governo já havia realizado o concurso para cargos da atividade meio, o primeiro em 50 anos da PGE-AM. Na ocasião, foram oferecidas 44 vagas, sendo 37 para ampla concorrência e sete para PcDs.

Deixe uma resposta