Preço da cesta básica aumenta pelo quarto mês consecutivo em Manaus, aponta CDC/Aleam

O preço médio da Cesta Básica alcançou o valor de R$ 311, no mês de maio de 2022, uma alta de 0,81% em comparação ao mês anterior. Os dados são da pesquisa realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/ALEAM) que também apontou que essa é a quarta alta consecutiva no preço do alimento dos manauaras.

“Estamos acompanhando esses preços, ouvindo os consumidores, indo aos supermercados. A Cesta Básica do amazonense tem aumentado por causa do elevado preço do petróleo, gás natural e de insumos agrícolas, como fertilizantes e defensivos, que contribui para essa alta nos valores dos produtos”, disse o deputado João Luiz, presidente da CDC/ALEAM.

O levantamento realizado pela CDC/ALEAM revela que os produtos como bolacha cream/cracker (+15,17%), macarrão espaguete (+8,01%), frango (+7,08%), leite em pó (+6,27%) e o açúcar (+4,26%) tiveram uma impulsam nos preços. Na contramão, a pesquisa indica, que o sabão em barra (-9,31%), sabão em pó (-5,66%), café (-4,89%), cartela de ovos (-4,52%) e o feijão carioca (-3,15%) ficaram mais baratos.

Comparação

A Comissão de Defesa do Consumidor aponta que no mês passado (abril), o preço médio da cesta básica chegou ao montante de R$ 308,51. Neste mês o preço mínimo da cesta ficou no valor de R$ 239,42, enquanto em abril o amazonense gastou R$ 250,15, ou seja, um valor 4,29% menor.

Dados

A coleta de dados da pesquisa percorreu 10 supermercados nas regiões Leste e Norte de Manaus. Para a seleção, foram consideradas modificações em 13 itens, claro, que são presentes no dia a dia da mesa do trabalhador amazonense.

Deixe uma resposta