Pauderney cumpre agenda com alunos da Fundação Matias Machline e visita empresa do Polo de Relógios

Incentivando o esforço nos estudos e falando de sua trajetória, o ex-deputado federal e ex-secretário de Educação, Pauderney Avelino (UB), participou de um “bate papo” com alunos da Fundação Matias Machline (FMM), nesta quinta-feira, 21/7, durante o segundo dia dos Jogos Internos Matias Machline (JIMM).

Pauderney que também é pré-candidato a deputado federal, foi presidente do conselho da Fundação e atua constantemente na busca de melhorias para a instituição sem fins lucrativos que oferece ensino médio técnico integral e gratuito para jovens em vulnerabilidade social.

“Gostaria de homenagear o presidente desta Fundação, o Sung Un Song, que não pode estar presente. Ele é industrial e começou como eu comecei. Meu primeiro emprego foi na Sharp do Brasil, do senhor Matias Machline. Temos objetivos para sempre trazer melhorias a essa belíssima iniciativa. Defendo o nosso Polo Industrial, pois ele nos possibilita ter uma estrutura como essa e a garantia de empregos para os alunos que passam por aqui e se tornam diretores nas fábricas, donos de empresas, advogados, médicos e atuam com perfeição em suas profissões”, destacou.

Visita a Magnum

Ainda nesta quinta-feira, Pauderney Avelino visitou a Magnum, também no distrito industrial, e conheceu a linha de montagem de relógios, que conta com 400 funcionários. Ele foi recebido pelo diretor da empresa, Maurício Cestari.

“É muito importante a gente visitar empresas como essa aqui desse polo que tem hoje sete empresas aqui no Distrito Industrial de Manaus fabricando relógios e o Governo, em boa hora teve um bom senso de retornar os incentivos para as empresas com produto e processo produtivo elementar. É importante porque essa empresa aqui concorre com o produto que não é original, mas a Magnum produz o original aqui no Polo Industrial de Manaus gerando emprego”, disse Pauderney.

Maurício ressaltou que fez o convite a Pauderney na última segunda-feira, durante reunião na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) com o governador Wilson Lima (UB).

“No segmento de relógios estamos sobrevivendo, e precisamos de pessoas como o Pauderney que é defensor dos incentivos fiscais e profundo conhecedor da Zona Franca de Manaus”, declarou.


Fotos: Milla Soares

Deixe uma resposta