Prefeitura de Manaus realiza mais de 16 mil atendimentos durante o ‘Sabadão da Saúde’

Realizada no último sábado, 13/8, a segunda edição do “Sabadão da Saúde”, promovido pela Prefeitura de Manaus, garantiu o total de 16.468 atendimentos nas 44 unidades abertas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), das 8h às 16h. A ação, programada para todos os sábados de agosto, visa ampliar o acesso da população aos serviços de atenção básica e elevar índices de cobertura em áreas prioritárias como doenças crônicas, saúde da mulher e saúde da criança.

De acordo com balanço da Semsa, consolidado na manhã deste domingo, 14/8, o maior número de procedimentos deste segundo “Sabadão” foi aferição de pressão arterial, beneficiando 5,6 mil usuários. O serviço faz parte dos atendimentos voltados às pessoas que têm ou suspeitam de ter hipertensão. Das pessoas nesta condição, 1.436 passaram por consulta médica, de enfermagem ou odontológica.

Já as pessoas com suspeita ou confirmação de diabetes, que também foram foco das atividades no sábado, 1.209 realizaram exames de hemoglobina glicada e 910 passaram por consulta.

Na área de saúde da mulher e da criança, foram 116 consultas de gestantes e 1.442 coletas para o exame preventivo do câncer de colo do útero, das quais 668 na faixa etária de 25 a 64 anos, considerada prioritária pelo Ministério da Saúde. Além disso, 1.469 doses de vacina foram aplicadas em crianças de 2 meses a 14 anos.

Em relação à população geral, o levantamento mostra que, ao longo do dia, foram realizadas 4.227 consultas médicas, de enfermagem ou de odontologia.

Capacidade

A subsecretária de Gestão da Saúde, Aldeniza Araújo, que acompanhou as atividades em todas as zonas geográficas da cidade, avalia que o resultado do segundo “Sabadão” foi positivo, em especial, se comparado ao primeiro, realizado no último dia 6/8, quando foram atendidas 11 mil pessoas. “No entanto, nossa capacidade instalada era de 25 mil atendimentos, o que significa que a adesão da população aos serviços pode ser maior”, observa.

Aldeniza chama a atenção para o fato da Prefeitura de Manaus estar desenvolvendo alternativas para ampliar o atendimento das pessoas que não têm condições de procurar uma unidade de saúde durante a semana.

“É uma recomendação do prefeito David Almeida e do secretário municipal de Saúde, Djalma Coelho, que vêm mobilizando nossas equipes de modo permanente para garantir ao cidadão acesso aos serviços de atenção primária, mas o sucesso dessas iniciativas depende também do compromisso da população com a sua saúde”, destaca a subsecretária. Na rotina, apenas 11 unidades básicas de saúde funcionam aos sábados, das 8h às 12h.

O “Sabadão da Saúde” têm como serviços principais consultas e exames para pessoas com suspeita ou hipertensão de diabetes; consultas e exames de pré-natal para gestantes a partir do primeiro mês de gestação; coleta para o exame preventivo do câncer do colo do útero; e atualização das vacinas para crianças e adolescentes menores de até 14 anos.

A primeira edição foi realizada no último dia 6 e as próximas serão nos dias 20 e 27 de agosto. A ação mobiliza aproximadamente 1,5 mil servidores da saúde municipal.

Multivacinação

Para o próximo “Sabadão”, 20/8, a Semsa programou a abertura de 106 unidades de saúde, duplicando a média de locais em funcionamento nos últimos sábados. A medida visa fortalecer o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, que será realizado, neste dia, em todo o país.

A campanha é voltada para crianças menores de 5 anos e tem o objetivo de atualizar a caderneta de vacinação e garantir as doses de reforço contra a pólio, elevando a cobertura vacinal desse público, que se encontra baixo para a maioria das 18 vacinas do calendário básico infantil.

As unidades que irão funcionar nesse dia serão divulgadas durante a semana no site da Secretaria (semsa.manaus.am.gov.br) e pelas redes sociais oficiais (@semsamanaus, no Instagram e Semsa Manaus, no Facebook.

— — —

Texto – Andréa Arruda / Semsa

Fotos – Henrique Souza / Semsa

Deixe uma resposta