Kirchner sofre tentativa de atentado na Argentina, brasileiro é suspeito

Um brasileiro foi preso nesta quinta-feira (1/9) ao tentar assassinar a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner. O ministro de Segurança do país vizinho, Aníbal Fernández, disse à imprensa local que o suspeito se chama Fernando Andrés Sabag Montiel, de 35 anos. A policia o prendeu posteriormente.

Fernando mirou a arma para o rosto da vice-presidente e puxou o gatilho, mas não ocorreu o disparo. Ela se agachou na hora, tentando se proteger. De acordo com a imprensa local, a arma utilizada era uma pistola calibre 38. Em março de 2021, o homem foi detido no país por portar uma faca de 35 centímetros.

Alberto Fernández, presidente da Argentina, decretou feriado nacional nesta sexta-feira (2/9), para que as pessoas possam se manifestar contra a violência.

Fernández destacou que “podemos ter profundos desacordos mas, em uma sociedade democrática, os discursos que promovem o ódio não podem ter lugar, pois incitam a violência. E não há nenhuma possibilidade que a violência conviva com a democracia” e pediu para que a juíza, responsável pelo caso, “assegure a vida do acusado que hoje se encontra preso”.

Deixe uma resposta