Wilson segue liderando intenções de voto rumo à reeleição, aponta nova pesquisa

Pesquisa do Instituto Perspectiva, divulgada nesta sexta-feira, 9 de setembro, aponta que o governador do Amazonas e candidato à reeleição, Wilson Lima (União Brasil), subiu para 29,8% nas intenções de votos, abrindo vantagem em relação ao segundo colocado.

No levantamento anterior, divulgado pelo instituto no dia 31 de agosto, Wilson tinha 28,3% das intenções de voto.

O crescimento das intenções de voto em Wilson demonstra que ele segue firme rumo à reeleição, superando grupos políticos que dominavam o Amazonas há 40 anos. A coleta de dados ocorreu entre os dias 6 e 8 de setembro e ouviu 1.500 pessoas em Manaus e nos 24 maiores colégios eleitorais do Amazonas. Wilson cresceu 7,3% em comparação ao primeiro levantamento divulgado em março, quando ele tinha 22,5% das intenções de votos.

Na pesquisa espontânea, onde o nome do candidato não é apresentado ao eleitor, Wilson também cresceu e agora tem 20,3%. A pesquisa for registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 02687/2022, e tem margem de erro de 2,5% para mais ou para menos.

Fotos: Diego Peres

, Wilson Lima (União Brasil), subiu para 29,8% nas intenções de votos, abrindo vantagem em relação ao segundo colocado.

No levantamento anterior, divulgado pelo instituto no dia 31 de agosto, Wilson tinha 28,3% das intenções de voto.

O crescimento das intenções de voto em Wilson demonstra que ele segue firme rumo à reeleição, superando grupos políticos que dominavam o Amazonas há 40 anos. A coleta de dados ocorreu entre os dias 6 e 8 de setembro e ouviu 1.500 pessoas em Manaus e nos 24 maiores colégios eleitorais do Amazonas. Wilson cresceu 7,3% em comparação ao primeiro levantamento divulgado em março, quando ele tinha 22,5% das intenções de votos.

Na pesquisa espontânea, onde o nome do candidato não é apresentado ao eleitor, Wilson também cresceu e agora tem 20,3%. A pesquisa for registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 02687/2022, e tem margem de erro de 2,5% para mais ou para menos.

Fotos: Diego Peres

Deixe uma resposta