Barroso pede cinco anos de prisão a Silas por “rachadinha”

O deputado federal Silas Câmara (Republicanos) pode ser preso por cinco anos e perder o mandato ao qual se reelegeu neste ano.

Isso vai acontecer se prevalecer no plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) o voto do relator que acusa o parlamentar amazonense de crime de “rachadinha” e uso do dinheiro público (R$ 248 mil).

Barroso acrescentou ao seu parecer, multa de R$ 15 mil e o ressarcimento dos mais de R$ 248 mil devidamente corrigidos e também o pagamento das custas processuais.

O julgamento começou já no final da tarde e depois da fala da vice-procuradora-geral da República, Lindóra Araújo, a presidente do STF, ministra Rosa Weber, adiou para a próxima quinta-feira (10/10) o voto dos demais ministros que irão confirmar ou rejeitar a pena pedida pelo ministro Roberto Barroso.

“Restou comprovado que o réu, valendo-se do cargo de deputado federal desviou valores para pagamento de funcionários de seu gabinete com proveito próprio”, afirmou Barroso.

Fonte: BNC

Deixe uma resposta