Comissão de Ética vai apurar troca de acusações entre vereadores

A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Manaus (CMM) iniciou os trabalhos para tratar das consequências das acusações trocadas pelos vereadores Amom Mandel (Cidadania) e Rodrigo Guedes (Republicanos), na última semana.

Leia aqui sobre as acusações de Guedes e Amom 

A reunião preparatória foi convocada pela presidente da comissão, vereadora Glória Carrate (PL), nesta segunda-feira, 7/11, após a Casa reprovar a Moção de Repúdio nº 328/22 do vereador Raiff Matos (DC) contra o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), pelos episódios ocorridos há duas semanas, quando o prefeito discutiu com um jornalista no auditório da Prefeitura, afirmando que iria banir o portal em que ele atuava, e com professores na sede da Secretaria Municipal de Manaus (Semed).

“Nós da comissão ainda não fomos provocados e não recebemos nenhum documento dando entrada, mas estamos à disposição e vamos agora convocar uma reunião da Comissão de Ética”, disse a vereadora Glória Carrate.

O presidente do Legislativo Municipal, vereador Davi Reis (Avante), destacou em pronunciamento, que a Mesa Diretora e a Comissão vão tratar o assunto com imparcialidade e que os trabalhos vão servir para se ter respostas que estão obscuras.

“Nessa reunião preparatória a vereadora Glória Carrate, que tem muita experiência, saberá como conduzir da melhor forma possível e alcançar as respostas que possam estar obscuras até o presente momento”, afirmou Reis.

O vereador Amom chegou a questionar a atuação desta Comissão, afirmando que a Casa nem mesmo possui um código de ética para tratar do assunto.

LEIA MAIS:

Amom oficializa denúncia contra Rodrigo Guedes na Comissão de Ética

Por Asafe Augusto

Deixe uma resposta