Crianças da rede pública expõem trabalhos de robótica no Vasco Vasques, até sexta-feira (11)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou, nesta quarta-feira, 9/11, a 4ª Exposição de Ciências, Robótica, Educação Ambiental, Tecnologia e Inovação (Expocreati) com estudantes e profissionais da rede municipal de ensino. O objetivo é apresentar as práticas pedagógicas voltadas à ciência e tecnologia na rede municipal de ensino. O evento acontece até a próxima sexta-feira, 11, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, na avenida Constantino Nery, zona Centro-Sul.

Serão mais de 130 projetos expostos e a previsão é que mais de 6 mil pessoas visitem os estandes nos três dias de evento. A ação é coordenada pela Gerência de Tecnologia Educacional (GTE), da Semed. No evento, ocorrerá a X Feira Municipal de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental; o VII Concurso de Letramento em Programação e Robótica; IV Colóquio da Cultura Digital na educação infantil e alfabetização e Seminário de Letramento em Programação e Cultura Digital.

A secretária de Educação, professora Dulce Almeida, participou do evento e afirmou o compromisso da gestão do prefeito, David Almeida, com a educação pública e também convidou a sociedade para prestigiar a feira tecnológica.

“Isso aqui está muito lindo, é visível o empenho e entrega de todos os educadores da Semed. A gestão do prefeito David é assim, é participativa, comprometida e isso é mais uma prova do nosso compromisso com a educação municipal. Teremos três dias de tecnologia e convido a todos que venham prestigiar nossos alunos que estão dando show”, comentou Dulce.

O gerente da GTE, Austônio dos Santos, afirmou que a partir dessa motivação é que acontece a aprendizagem, e de forma mais espontânea.

“Esse é um momento de socialização de tudo o que foi trabalhado nas escolas e com isso esperamos motivar cada vez mais, não só os alunos que participam, mas principalmente aqueles que ainda não participaram”, explicou.

A equipe do Procurumim desenvolve atividades da cultura maker, além de jogos e brinquedos com componentes de robótica em conjunto com a utilização de materiais recicláveis. No VII Concurso de Letramento, haverá as seguintes modalidades: “Scratch Jr” para as escolas da educação infantil; “Scratch Jogos” incluindo narrativa para escolas do ensino fundamental I e criação de aplicativos com o App Inventor (Empreendedorismo) para escolas do ensino fundamental II; e ainda competições de robótica com robô sumô, robô futebol e pista de obstáculos.

Exposição

A Expocreati deste ano comemora os 10 anos da criação da Feira Municipal de Ciências, que reunirá exposições de projetos de pesquisa implementados nas escolas municipais, totalizando 56 projetos finais.

O IV Colóquio Cultura Digital contempla duas etapas de ensino: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental no processo de alfabetização, onde ocorrerá a apresentação do trabalho realizado em escolas das Divisões Distritais Zonais (DDZ) Sul, Centro-Sul, Leste II e Rural com o uso pedagógico dos seguintes recursos tecnológicos digitais: GraphoGame Brasil, Plataforma Luz do Saber e do GameAlfa.

O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Cacilda Pinto de Linda, apresentou o projeto “Uma viagem pelo espaço”, conhecendo os principais planetas que compõem a via láctea fazendo uso da ludicidade e imaginação.

O pequeno, Alex Reis, 4 anos, do 1º Período, explicou muito bem sobre o planeta Mercúrio. “Lá é muito quente porque é perto do Sol e também não tem água”, explicou para os visitantes.

Premiação

Durante os três dias de exposição serão escolhidos os melhores projetos. Neste primeiro dia, a disputa que acontece é da Educação Infantil. Na quinta-feira, 10, os anos finais, 6º ao 9º ano do ensino fundamental e EJA, e no último dia, os anos iniciais, 1º ao 5º ano. Os três primeiros ganharão medalhas de ouro, prata e bronze.

Deixe uma resposta